Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Flu vence Fla em clássico marcado por mensagem contra racismo

Publicado

Foto/Imagem:


O Fluminense mostrou garra e categoria para passar pelo Flamengo por 2 a 0, neste domingo, no Maracanã, no clássico carioca por mais uma rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Foi um jogo que marcou também a campanha contra o racismo no futebol. Os gols  foram do atacante Fred logo no início do primeiro tempo e do meia-atacante Chiquinho no fim da segunda etapa.

Uma tônica diferente do jogo: o Flamengo decidiu aproveitar o primeiro Fla-Flu da história com dois técnicos negros (Jayme de Almeida e Cristóvão Borges) para protestar contra o racismo e homenagear ídolos como Claudio Adão, Leônidas e Zizinho. Os nomes dos craques do passado foram estampados nos nomes dos jogadores e do treinador Jayme, que carregou o nome do pai durante o duelo com o Fluminense.

Com nove pontos, o Fluminense sobe para a segunda colocação e fica a apenas um do líder Internacional. Já o Flamengo segue com campanha irregular no torneio: tem quatro pontos, apenas na 14ª posição.

Ambas as equipes voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro apenas no próximo fim de semana. No domingo, o Flamengo recebe o São Paulo no Maracanã às 16h (de Brasília). O Fluminense, por sua vez, joga no mesmo dia e horário, mas no Rio Grande do Sul, contra o Grêmio.

Os primeiros minutos do clássico deste domingo foram agitados e não demorou para o zero sair do placar. Em cobrança de escanteio de Conca aos 10min, Fred ficou na pequena área e ganhou no alto do goleiro Felipe para deixar o time tricolor na frente. O gol acalmou o clube das Laranjeiras, que passou a valorizar o resultado.

No fim da etapa inicial, o Flamengo se soltou mais e tentou buscar o empate. A equipe do técnico Cristóvão Borges recuou e passou a explorar o contra-ataque. A chance mais real antes do intervalo foi rubro-negra: aos 44min, Samir cobrou falta com violência e o goleiro Cavalieri fez grande defesa.

Assim como nos primeiros 45 minutos, o segundo tempo começou com uma grande chance do Fluminense. Logo aos 2min, Jean chutou de fora e Felipe foi buscar no canto. A partida seguiu sem grandes lances de perigo e o time tricolor continuava melhor que o rival. O Flamengo tinha raras chegadas, mas aos 22min quase marcou com Cláudio Adão, que recebeu na área e chutou para fora.

O clube do técnico Jayme de Almeida foi para cima e passou a criar mais. Na base da pressão, se jogou ao ataque para buscar o empate. Contudo, a equipe rubro-negra insistiu na bola levantada na área e acabou castigada com um novo gol: em contra-ataque, Conca lançou Chiquinho aos 42min e o meia-atacante chutou cruzado para fazer o segundo do Fluminense.

 

 

 

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade