2 a 2

Gabigol volta, marca, mas Santos cede empate à Ferroviária

Foto: Batista Jr Press
João Prata

O centroavante Gabriel reestreou pelo Santos com gol. Mas a Ferroviária estragou a festa do adversário e empatou a partida em 2 a 2 neste sábado, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

Foi terceiro jogo seguido do time alvinegro sem vitória, que custou a liderança do Grupo D. O Santos foi a oito pontos e caiu para a segunda colocação. O Botafogo, que venceu o Ituano por 1 a 0, foi a nove e assumiu a ponta. A Ferroviária é a lanterna do Grupo C, com seis pontos.

O Santos buscará a reação no Estadual na próxima quarta-feira, quando receberá o São Caetano, na Vila Belmiro. A Ferroviária, no mesmo dia, enfrentará o Santo André, em casa, na luta para fugir do rebaixamento.

Para Gabigol, como é chamado desde as categorias de base do time alvinegro, o jogo ao menos serviu para que ele acabasse com um incômodo jejum que não justificava seu apelido. Desde quando foi contratado pela Inter de Milão, em agosto de 2016, até o duelo deste sábado, ele balançou as redes apenas duas vezes.

Uma na Inter, onde entrou em campo apenas em dez oportunidades, e outra pelo Benfica, clube que defendeu nos últimos seis meses e atuou apenas cinco vezes. Seu último gol até então havia sido em 14 de outubro de 2017 pelo time português.

Na reestreia diante da Ferroviária ele desencantou, mas ainda demonstrou que está longe da melhor fase, ainda sem ritmo de jogo. Antes de marcar, ele desperdiçou duas boas oportunidades no primeiro tempo. Em uma, errou o domínio para sair na cara do gol e na outra recebeu livre mas chutou fraco para fácil defesa de Tadeu.

Sorte do Santos é que Eduardo Sasha não vacilou quando teve sua primeira chance. Aos 28 minutos, Daniel Guedes cruzou da direita na segunda trave e o atacante cabeceou cruzado para as redes.

Dez minutos depois, a Ferroviária desperdiçou grande chance de empatar. Caju se atrapalhou para afastar uma bola quase na linha de fundo e chutou a perna de Alisson. Pênalti. Velicka bateu no canto esquerdo de Vanderlei, que voou para fazer grande defesa.

A equipe anfitriã, no entanto, não se intimidou e voltou melhor no segundo tempo. Aos 18, conseguiu igualar o placar graças a dois jogadores que haviam acabado de entrar. Em rápido contra-ataque, Wellinton cruzou da direita e Léo Castro se antecipou a David Braz e desviou para as redes.

A resposta do Santos veio dois minutos depois. Daniel Guedes arrancou do campo de defesa, avançou até a intermediária e tocou na meia-lua para Gabriel, que dominou e bateu colocado no canto direito do goleiro.

A festa estava perfeita, mas faltou combinar com o adversário. Aos 31 minutos, Velicka cobrou falta e a bola sobrou na área para o zagueiro Luan, que bateu firme cruzado sem chances para o goleiro Vanderlei: 2 a 2.

COMPARTILHE