Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Gargalo em acordo pode ter nova greve

Pretta Abreu

Diante da complexidade que é a definição dos custos do transporte de cargas nas rodovias brasileiras, representantes do governo, empresários, sindicatos e federações estão mantendo uma série de reuniões. Juntos, eles buscam aperfeiçoar as planilhas que servem de referência para definir os custos do frete. Entre os principais temas abordados estão o fortalecimento do cooperativismo, a criação do cartão combustível, o programa de saúde para os caminhoneiros e a inclusão dos pontos de parada e descanso como uma obrigatoriedade nos processos de concessão de rodovias federais. Mas, de todos os temas, um é mais relevante:  ou dá-se logo uma solução ou os mais de 2,6 milhões de caminhoneiros param o Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente