Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

GDF assina contrato para sistema de bicicletas de aluguel



Brasília contará, neste semestre, com o seu próprio sistema de bicicletas de aluguel. Na quarta-feira (7), o secretário de Governo, Gustavo Ponce de Leon, assinou o Termo de Cooperação Técnica entre o Governo do Distrito Federal e a empresa Serttel LTDA, vencedora do Chamamento Público para instalação do sistema de bicicletas compartilhadas na cidade. A previsão é de que o sistema funcione para a Copa do Mundo deste ano.

Para o secretário, o sistema vai inaugurar um novo momento para a mobilidade urbana. “É uma maneira de incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte complementar sem que a pessoa precise usar a sua própria bicicleta. Esse é um modelo de sucesso em muitas cidades no mundo e que estamos implementando agora em Brasília”, disse.

Não há transferência de recurso por parte do GDF. Todos os gastos serão fruto de acordo entre a Serttel e o patrocinador escolhido pela própria empresa. Também ciclista, o secretário reforça que a proposta é estender o projeto para todo o DF, mas que, neste momento, o sistema ainda está em fase experimental apenas em Brasília, para avaliar o nível da demanda, as condições de uso e o impacto na cidade.

Como vai funcionar
Serão implantadas 40 estações em Brasília e, ao todo, 400 bicicletas nessa fase experimental. O usuário vai poder utilizar o serviço das 6h às 0h. Para utilização da bike, o usuário deverá realizar um credenciamento anual, no valor de R$ 10 (dez reais), no site da empresa.

O tempo de uso das bicicletas que não exceder uma hora será gratuito por um ano. Para que a gratuidade seja assegurada por mais de uma vez em um mesmo dia, deverá ser respeitado um intervalo mínimo de 15 minutos para a retirada de bicicleta pelo mesmo usuário.

O objetivo é garantir a rotatividade e o acesso ao maior número possível de usuários. A retirada de bicicleta antes do prazo de 15 minutos, ou o uso acima de uma hora, implica na cobrança de R$5 (cinco reais) por período excedente.

Confira abaixo proposta técnica da empresa Serttel Ltda:

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente