Curta nossa página


GDF pede ajuda ao Exército para combater chikungunya e dengue

Publicado

Autor/Imagem:


Mobilizar a rede de ensino e líderes comunitários. Essas são as principais iniciativas do Plano de Ação Integrado para Minimização dos Efeitos da Dengue e da Chikungunya. Durante encontro na manhã desta quinta-feira (19), no Palácio do Buriti, o governador Rodrigo Rollemberg, parte do secretariado e todos os administradores regionais traçaram estratégias de mobilização e atuação na comunidade.

“É preciso procurar igrejas, associações empresariais e comerciais de cada cidade, escolas, rádios comunitárias e prefeitos de quadras, para que eles repassem à comunidade que é fundamental a participação de cada cidadão”, convocou Rollemberg. “A dengue e a chikungunya são problemas impossíveis de serem resolvidos exclusivamente pelo governo.”

Um dos especialistas no assunto, o gerente de Vigilância Epidemiológica e Humanização da Secretaria de Saúde, Aílton Domícius, destacou alguns pontos do plano de ação que podem ser implementados de imediato nas cidades: “Existe a proposta de um projeto chamado Lição de Cidadania, em que o professor sugere aos estudantes que convençam os pais a reservarem 10 minutos diários para limpeza e eliminação de possíveis criadouros do mosquito; depois os alunos contam como ocorreu essa atividade”.

Outra proposta é usar o poder de polícia administrativa da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) para orientar e, se necessário, notificar borracharias que não tomarem os devidos cuidados com pneus — capazes de armazenar água para a proliferação do mosquito.

O governo do Distrito Federal lançou oficialmente o Plano de Ação Integrado para Minimização dos Efeitos da Dengue e da Chikungunya no último dia 11 de fevereiro, durante evento em Planaltina. Cerca de 3,5 mil casas foram visitadas pelos agentes de saúde, que identificaram mais de 350 focos do mosquito.

A próxima região a receber as ações é o Gama. Previsto para às 9h da próxima quinta-feira (26), o encontro com a comunidade tem o objetivo de reforçar a necessidade da participação de todos no combate a essas doenças. Vale destacar que a cidade se antecipou e criou uma equipe de trabalho para visitar as casas em busca de eliminar o mosquito transmissor.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.