Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Cultura

Gianecchini fala do lado gay, mas sem dar bandeira

Carolina Paiva, Edição

Demorou, mas está aí: o global Reynaldo Gianecchini já teve relações com homens. Apesar de reconhecer seus casos – que não considera promíscuos – o ator não vai levantar a bandeira homossexual.

“Já tive, sim, romance com homens e acho que esse é o momento de dizer isso. Mas nunca me senti obrigado a empunhar a bandeira de homossexualidade” afirmou o Régis da novela Dona do Pedaço.

“O desejo para mim não passa pelo gênero e nem pela idade. Demorei para falar porque isso esbarra sempre no tamanho do preconceito no Brasil. Mas agora é importante reafirmar a liberdade, por mim e por quem enfrenta repressão”, disse ele em declarações ao jornal O Globo.

Na entrevista, o ator mandou ‘um recado’ para quem tem curiosidade sobre sua sexualidade. Depois de enfatizar que não aceita rótulos, Gianecchini mirou seus críticos:

“Todo mundo fala da minha sexualidade, né? Me cobram muito: ‘quando você vai sair do armário?’. Primeiro, quero falar para essas pessoas: antes de você achar tão interessante a sexualidade dos outros, dá uma olhadinha na sua”, disse.

O ator mostrou um lado poético – ou seja lá como definir isso – no fim da entrevista, ao sustentar que reconhece “todas as partes dentro de mim: o homem, a mulher, o gay, o hétero, o bissexual, a criança e o velho”.

No entender de Gianecchini , a sexualidade “é muito mais ampla e as pessoas são levianas. Querem te encaixar numa gaveta, e eu não consigo, porque a sexualidade é o canal da vida e a minha sexualidade não cabe em uma gaveta”, sentenciou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente