Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Gondii, parasita do gato, manipula cérebro, provoca loucura e suicídio



O parasita Toxoplasma gondii pode ter infectado 60 milhões de pessoas nos Estados Unidos, de acordo com o Centers for Disease Control, informou a Fox2now.com.

O termo ‘parasita controlador de mentes’ pode parecer até coisa de filme de ficção científica, mas há indícios de que o Toxoplasma causa mudanças na personalidade, comparadas a doenças mentais como a esquizofrenia, autismo e Alzheimer.

Ainda de acordo com o Professor de Microbiologia Bill Granath, da Universidade de Montana, estudos mostraram que o parasita está vinculado a suícidios e que as mulheres são mais vulneráveis a tomar essa drástica medida.

“Alguns estudos mostram como o parasita ataca certos nervos e manipula vários neurotransmirrores, além de causar várias doenças mentais”, explica o professor. “Há relatórios na Dinamarca que mostram uma correlação entre mulheres donas de gatos e vários problemas mentais”, acrescenta.

O Toxoplasma também é vinculado aos suicídios cometidos pelos veterinários, embora não haja comprovação definitiva de que o fenêmeno seja causado pelo parasita. De acordo com o veterinário Trevor Ferguson, o suicídio é um dos primeiros temas discutidos com os estudantes, já que a profissão carrega o risco de contaminação por doenças transmitidas por animais, mas para ele é improvável que a doença esteja associada a essa patologia.

Nos roedores, o parasita cria um fenômeno chamado síndrome de atração fatal, que elimina o medo natural que eles têm dos gatos. Assim, eles são naturalmente atacados pelos felinos, e esses infectados pelo parasita. “É como se o parasita manipulasse o hospedeiro intermediário para aumentar seu poder de transmissão ao próximo hospedeiro”, completa.

Segundo o pesquisador, os gatos são os animais que os parasitas mais gostam de hospedar porque são o único animal no qual eles podem fazer cópias de si mesmo. Os ovos dos parasitas ficam contidos nas fezes dos gatos e os humanos costumam ingeri-los acidentalmente, seja por meio do manuseio da caixa de areia, seja por meio do ambiente.

Embora tenhamos de ficar em alerta, não há razão para pânico, segundo Granath. Tudo o que precisamos fazer é limpar a caixa de areia com frequência e garantir que a carne tenha sido bem cozida antes de ser consumida.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente