Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Kioto, lutador de MMA, leva 11 tiros e morre em hospital de Natal



Natal, capital do Rio Grande do Norte, está entregue ao crime. Na onda de violência que assola a cidade a “bola da vez” foi Guilherme Kioto, que defendia a Pitbull Brothers, fundada por Patrício e Patrick Pitbull, atletas do Bellator.

O paraense Guilherme, de 30 anos, foi vítima de um atentado na noite de terça-feira (12) e recebeu onze disparos ao ser abordado por dois homens em uma moto, no bar Mania do Açaí, em Nova Parnamirim. Levado ao hospital Walfredo Gurgel, ele não resistiu aos ferimentos e morreu. As informações são do site No Minuto.

O crime está sendo investigado pela polícia, que fez buscas na região, mas, até o momento, nenhum suspeito foi detido. Formado em Educação Física, Guilherme tinha cartel composto por 19 vitórias e nove derrotas. Em sua última luta, em dezembro do ano passado, pelo Jungle Fight, ele venceu João Piccirillo, por decisão unânime dos jurados.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente