Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Hamilton sai da frente, mas dá Mercedes do mesmo jeito

Mário Camargo

Sai Lewis Hamilton da frente, entra Valteri Bottas. Mas é a Mercedes, do mesmo jeito. Foi assim que começou a temporada 2019 da Fórmula 1, na madrugada deste domingo (horário de Brasília), com a vitória do finlandês no GP da Austrália.

O piloto número 2 da escuderia alemã largou e segundo, mas pulou para a ponta logo que as luzes vermelhas foram apagadas. E deixou para trás seu companheiro Hamilton, que havia cravado a pole no treino de classificação.

Mostrando que as Mercedes estão sobrando, a dupla fez dobradinha na bandeirada, com Bottas chegando com mais de 20 segundos de vantagem.

Quem deu graça à corrida foi Max Verstappen, que com sua Red Bull chegou à frente das Ferraris de Sebastian Vettel, 4º, e Charles Leclerc, quinto colocado.

Bottas ainda garantiu o ponto extra, introduzido na temporada de 2019, fazendo a volta mais rápida da corrida em 1:25.580s nos estágios finais.

Também pontuaram, da sexta à décima colocações, Kevin Magnussen (Haas), Nico Hulkenberg (Renault), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), Lance Stroll (Racing Point) e Daniil Kvyat (STR).

Na volta à F1 oito anos após um grave acidente num rali, Robert Kubica sofreu na pista e foi o 17º e último colocado, três voltas atrás do vencedor.

A corrida teve apenas três abandonos entre os 20 que largaram: Carlos Sainz (McLaren), Daniel Ricciardo (Renault) e Romain Grosjean (Haas).

A próxima corrida será disputada daqui a duas semanas, no Barein.

Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente