Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Hamilton sai da frente, mas dá Mercedes do mesmo jeito

Foto/Sputniknews
Mário Camargo

Sai Lewis Hamilton da frente, entra Valteri Bottas. Mas é a Mercedes, do mesmo jeito. Foi assim que começou a temporada 2019 da Fórmula 1, na madrugada deste domingo (horário de Brasília), com a vitória do finlandês no GP da Austrália.

O piloto número 2 da escuderia alemã largou e segundo, mas pulou para a ponta logo que as luzes vermelhas foram apagadas. E deixou para trás seu companheiro Hamilton, que havia cravado a pole no treino de classificação.

Mostrando que as Mercedes estão sobrando, a dupla fez dobradinha na bandeirada, com Bottas chegando com mais de 20 segundos de vantagem.

Quem deu graça à corrida foi Max Verstappen, que com sua Red Bull chegou à frente das Ferraris de Sebastian Vettel, 4º, e Charles Leclerc, quinto colocado.

Bottas ainda garantiu o ponto extra, introduzido na temporada de 2019, fazendo a volta mais rápida da corrida em 1:25.580s nos estágios finais.

Também pontuaram, da sexta à décima colocações, Kevin Magnussen (Haas), Nico Hulkenberg (Renault), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), Lance Stroll (Racing Point) e Daniil Kvyat (STR).

Na volta à F1 oito anos após um grave acidente num rali, Robert Kubica sofreu na pista e foi o 17º e último colocado, três voltas atrás do vencedor.

A corrida teve apenas três abandonos entre os 20 que largaram: Carlos Sainz (McLaren), Daniel Ricciardo (Renault) e Romain Grosjean (Haas).

A próxima corrida será disputada daqui a duas semanas, no Barein.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente