Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Hamilton vence na Rússia e coloca uma mão na taça

Mário Camargo, Edição

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu neste domingo o GP da Rússia de Fórmula 1, em uma prova onde a Ferrari era apontada como favoritíssima à vitória.

Com uma providencial ajuda de um safety car virtual para a retirada do carro de Sebastian Vettel, que abandonou com problemas no motor, o inglês conseguiu fazer seu único pit stop e voltar à frente de Charles Leclerc, que vinha lento na pista devido à intervenção.

Pole position, Leclerc terminou apenas em terceiro, atrás de Valtteri Bottas, que também se beneficiou do safety car virtual. Antes, o monegasco se viu envolvido em um polêmico jogo de equipe da Ferrari: cumprindo uma combinação prévia para evitar um ataque de Hamilton, o monegasco deixou Sebastian Vettel assumir a liderança na largada, com a promessa de que teria a posição devolvida. O alemão não cumpriu o acordo, e a inversão foi feita apenas no pit stop; logo depois, Vettel abandonou.

A verdade é que Hamilton disparou ainda mais na liderança do campeonato e passou a somar 322 pontos contra 249 do vice-líder Valteri Bottas, seu companheiro de equipe. Com isso, está aberta a possibilidade de Hamilton se sagrar hexacampeão nos Estados Unidos, antepenúltima corrida do campeonato, já que ele tem 73 pontos de vantagem com apenas 130 em jogo nas cinco provas restantes da temporada.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente