Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Iceberg com área de Brasilia fica à deriva no Ártico

Bartô Granja, Edição

O maior iceberg do mundo está prestes a chegar ao mar aberto. Chamado de A68, o bloco se desprendeu da Antártida em 2017, pesando 1 trilhão de toneladas e com 5,8 mil km², o equivalente à área do Distrito Federal. Agora, ele se aproxima do limite do Círculo Polar Antártico, de onde deve seguir para o Oceano Austral, de acordo com informações da BBC.

O A68 surpreendeu a comunidade científica em 2017 pelo tamanho e pela velocidade com que se desprendeu da plataforma Larsen C, o que fez pesquisadores levantarem a hipótese de que as mudanças climáticas globais teriam acelerado o processo.

Ao todo, o iceberg tem 200 metros de espessura, o equivalente a um prédio de 40 andares, e 150 quilômetros de comprimento.

Apesar de os números impressionarem, o iceberg é considerado “fino” em comparação com outros blocos da Antártida, e pedaços de gelo não devem chegar à terra firma tão cedo. Por enquanto, o A68 é monitorado por satélite e tem uma trajetória considerada previsível, trilhando um caminho do Oceano Atlântico conhecido como Beco dos Icebergs.

Pesquisadores e cientistas debatem há cerca de três anos a ligação entre descongelamento de blocos da Península Antártica e mudanças climáticas, pois aquele é um dos lugares que mais rapidamente esquentou no mundo. Nos últimos anos, a área testemunha uma diminuição da massa de gelo, do norte para o sul, observando o surgimento de paisagens verdes, com musgos e liquens.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente