Curta nossa página


Imprensa faz ato em homenagem a cinegrafista atingido por rojão

Publicado

Autor/Imagem:


Jornalistas de vários veículos da imprensa oficial e de mídias independentes se reuniram no fim da tarde desta segunda-feira (10) na Candelária, no Centro do Rio, para homenagear o repórter cinematográfico Santiago Ilídio Andrade, 49 anos, que teve morte cerebral nesta segunda após ser atingido por um rojão enquanto fazia a cobertura de um protesto nesta manhã. Câmeras fotográficas e filmadoras foram colocadas no chão e, em seguida, uma salva de palmas saudou a memória do profissional. “Poderia ter sido com qualquer um de nós”, lembrou um dos jornalistas que participou do ato.

Da Candelária, os profissionais da imprensa seguiram para a Central do Brasil para registrar mais uma manifestação popular contra o aumento das tarifas de ônibus no Rio. Ao chegarem no exato local onde Santiago foi atingido, fizeram uma roda e prestaram nova homenagem.

A concentração estava marcada para acontecer no Largo Duque de Caxias, ao lado da Central, palco do ataque sofrido por Santiago Andrade. Ele foi atingido na cabeça por um rojão disparado por manifestantes. “Vamos nos proteger e proteger uns aos outros”, alertou um dos jornalistas antes de seguirem todos para a cobertura.

Nova manifestação

Outro protesto, convocado por redes sociais, contra o aumento das passagens de ônibus, começou por volta das 18h30 na Central do brasil, e interditava duas pistas da Avenida Presidente Vargas no horário. O grupo ia em direção à Candelária.

 

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.