Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Índia cola na Rússia para driblar sanções de Trump

Bartô Granja, Edição

A Índia está trabalhando com a Rússia para superar os problemas de pagamento de suas importações estratégicas. Vice-assessor de Segurança Nacional da Índia, o embaixador Pankaj Saran disse que os dois lados estão trabalhando no comércio de rúpias para superar uma crise causada pelas sanções financeiras dos EUA. A estratégia visa superar a balança comercial adversa da Índia com a Rússia.

“Como parte do ambiente de negociação, houve conversas sobre o comércio em moedas nacionais. Isso ainda é um trabalho em andamento e precisamos ver como podemos operacionalizar e avançar nessa ideia, porque cada vez mais vemos muitos países do mundo recorrendo à negociação em suas respectivas moedas ”, disse o embaixador Saran.

O embaixador Saran adiantou que o problema não é apenas o nível relativamente baixo de comércio entre a Índia e a Rússia, mas também o fato de que a Índia tem uma balança comercial adversa com a Rússia, que está crescendo.

Os planos da Índia para adquirir sistemas de mísseis de defesa aérea S400 foram atingidos por sanções financeiras dos EUA e ambos os países estão trabalhando em uma solução para questões de pagamento. Isso também ajudará a Rússia a adotar os próximos contratos de defesa da Índia, como submarinos e caças.

Rajiv Kumar, vice-presidente do instituto nacional de pesquisa da Índia, sugeriu a possibilidade de um acordo de livre comércio entre os dois países. “É uma possibilidade, mas precisamos estudar isso mais para a frente”, disse.

O vice-ministro do Desenvolvimento Econômico da Rússia, Timur Maksimov, avalia que os acordos chegarão a bom termo entre o primeiro-ministro Narendra Modi e o presidente Vladimir Putin durante sua reunião em Vladivostok, nesta quarta, 10.

O enviado de Moscou a Nova Délhi, Nikolay R. Kudashev, considerou importante superar os principais impedimentos ao comércio bilateral . Ele sugeriu que uma solução para este problema poderia estar na rápida operacionalização do Corredor Internacional de Transporte Norte-Sul, o que permitiria que a lacuna de infraestrutura entre nossos países fosse superada.

O proposto Corredor Internacional de Transporte Norte-Sul foi projetado para conectar a Índia à Rússia, Europa Ocidental, Estados Bálticos e Escandinávia através do Golfo Pérsico. Isso reduziria o tempo de transporte pela metade.

“Espero que, através de esforços conjuntos, possamos apresentar aos nossos líderes idéias promissoras, destinadas a unir nossos laços comerciais com o diálogo político de alto nível”, disse Kudashev.

Durante o diálogo de um dia, os dois lados discutirão o desenvolvimento de infra-estrutura e tecnologias de transporte; agricultura e agro-processamento; apoio às pequenas e médias empresas; transformação digital e tecnologias de fronteira; comércio, banca, finanças e indústria; e finalmente turismo e conectividade.

O Diálogo Econômico Estratégico Índia-Rússia concentra-se em aproveitar o enorme compromisso estratégico bilateral para atingir uma meta comercial de US $ 30 bilhões até 2025, estabelecida pelo primeiro-ministro Modi e pelo presidente Putin. O volume atual de comércio está próximo de US $ 11 bilhões.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente