Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Marco temporal

Irrequieto, Bolsonaro atrai mais sarna para se coçar

Publicado

Foto/Imagem:
João Zisman - Foto de Arquivo

O marco temporal para demarcação das terras indígenas em território brasileiro, deverá entrar no enredo do discurso que o presidente Bolsonaro fará na abertura da 76ª sessão da Assembleia-Geral da ONU. Na base do chutômetro, ele tem afirmado por aí que caso a promulgação da Constituição de 1988 seja a base para o estabelecimento desse marco, as terras indígenas poderão dobrar de tamanho, ou seja: dos atuais 13% para 26%. É difícil aquietar a cabecinha do presidente Jair; nem bem passou o último susto, já vai ele cutucar o STF lá no Hemisfério Norte.

Publicidade
Publicidade