Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Filho de Gepetto

Jair Messias Bolsonaro veste a carapuça do mentiroso Pinóquio

Publicado

Foto/Imagem:
Pretta Abreu - Foto Reprodução

Resumo da entrevista de Jair Bolsonaro ao Jornal Nacional, da TV Globo, na noite desta segunda-feira, 22: dos 40 minutos em que esteve frente à frente com Wiliam Bonner e Renata Vasconcelos, o candidato à reeleição mentiu durante 360 segundos. Negou que já tivesse xingado ministros do Supremo (disse, por exemplo, em outras oportunidades, que Alexandre de Moraes é um canalha e que Luiz Roberto Barroso é um filho da puta. Depois, acovardado, escreveu uma carta se desculpando); garantiu que nunca pertenceu ao Centrão, porque na sua época de deputado, o Centrão não se chamava Centrão. Ou seja, trocou seis por meia dúzia; depois (pasmem) tentou acusar Bonner de incitá-lo a ser ditador, quando foi lembrado dos acenos golpistas para fechar o Supremo e o Congresso Nacional. ‘Nunca defendi isso’, afirmou Bolsonaro. Mentindo mais uma vez, claro.

Publicidade
Publicidade