Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Falando sozinho

Judiciário vive dilema de resposta aos ataques ou o silêncio

Publicado

Foto/Imagem:
Pretta Abreu - Foto/Reprodução das Redes Sociais

A cúpula do Poder Judiciário promoveu reuniões virtuais neste sábado, 7, para definir o que fazer com a declaração de Bolsonaro de que vai descumprir ordens que venham de Alexandre de Moraes. Ministros do STF, STJ e TSE, ouvidos sob reserva, consideram que o presidente assinou uma “declaração de guerra”. A avaliação geral é a de que Bolsonaro tem clareza de que trava uma queda de braço com o Judiciário como um todo. O momento é grave. Não se sabe se haverá uma nota de repúdio ou se – para desespero do presidente -, o Judiciário optar pelo silêncio, subestimando as provocações.

Publicidade
Publicidade