Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Jungmann alerta STF para riscos do povo armado

Pretta Abreu

Mais uma voz se levanta contra os novos decretos de Jair Bolsonaro facilitando compra, porte e posse de armas. É Raul Jungmann, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública. Em carta aberta aos ministros do Supremo, ele adverte para o estímulo a uma guerra civil. O bosonarismo vai estar armado, enfatiza, e em caso de uma derrota do presidente na tentativa de reeleição, podemos ter aqui cenas como as que os americanos vivenciaram com a invasão do Capitólio.  Se a iniciativa (de barrar armas para a população) não for barrada, diz Jungmann, corremos o risco “do terrível flagelo da guerra civil, e do massacre de brasileiros por brasileiros, pois não se vislumbra outra motivação ou propósito para tão nefasto projeto”. O ex-ministro lembra que “ao longo da história, o armamento da população serviu a interesses de ditaduras, golpes de Estado, massacre e eliminação de raças e etnias, separatismos, genocídios e de ovo da serpente do fascismo italiano e do nazismo alemão”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente