Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Lounge some das lojas e deve sair de linha

Antônio Albuquerque, Edição

Há até pouco tempo vendido em versão única, o Citroën C4 Lounge pode estar com seus dias contados. Isso porque o sedã médio desapareceu das lojas e os revendedores não sabem quando e se vão receber um novo lote. Caso a informação seja oficializada, a montadora terá em sua gama somente três modelos.

Alguns concessionários contatados pelo Jornal do Carro confirmaram que o modelo saiu de linha no Brasil. Outros afirmaram que não há mais nenhuma unidade nas lojas e não tem previsão de quando um novo lote chegará. O sedã é vendido na versão única Shine 1.6 THP com câmbio automático por R$ 103.990. Contudo, o modelo ainda é 2019.

O sedã médio chegou ao Brasil em 2013 nas versões de motor 2.0 de 151 cv e o 1.6 THP de 173 cv. Na linha 2017, o motor aspirado saiu de linha e abriu espaço para venda das configurações com motor turbo de 1.6 litros.

Em entrevista ao portal Autoblog Argentina, a diretora de Marketing da Citroën Argentina, Valère Lourme declarou que o C4 Lounge não virá ao Brasil. Segundo a executiva, os modelos que saem da planta de El Palomar abastecem o mercado interno e algumas unidades vão para o Uruguai. Do grupo PSA, o Brasil importa apenas o Peugeot Partner e o novo Peugeot 208.

Em nota, a fabricante afirma que o veículo segue normalmente em produção na Argentina e as unidades em estoque no Brasil continuam à venda. Porém, “em função da oscilação cambial, a importação de novas unidades do modelo está temporariamente suspensa, e a sua retomada levará em conta, entre outros fatores, a evolução do panorama externo.”

Desde sua estreia, o sedã nunca chegou a despontar nas vendas ou se aproximar de seus concorrentes mais vendidos, Toyota Corolla e Honda Civic. Inclusive, modelos mais caros que o C4 Lounge, como VW Jetta e Mercedes Classe C chegavam a ultrapassá-lo no ranking.

Em setembro, o modelo emplacou apenas oito unidades, enquanto acumulado de 2020, a montadora vendeu apenas 272 unidades do veículo, de acordo com a Fenabrave. Em todo o ano de 2019, mais de 1500 unidades foram entregues. No entanto, o número corresponde a somente 1,21% das vendas dos sedãs. O segmento já vem demonstrando queda devido a popularização e crescimento dos SUVs no mercado.

Com o fim da importação do C4 Lounge, a fabricante passa a oferecer três modelos: C3, C4 Cactus e Aircross. O C4 Cactus ganhou um fôlego em uma nova edição especial, a C-Series.

A Citroën chegou até a registrar o C3 europeu no Brasil. Entretanto, seguindo a tendência de queda dos hatches e alta nas vendas de SUVs, a montadora deverá trazer um utilitário esportivo subcompacto para o País, o sucessor do Aircross. O veículo utilizará a mesma plataforma do Peugeot 208, a CMP.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente