Curta nossa página


Lusa estreia técnico Silas, perde e continua na degola da B

Publicado

Autor/Imagem:


Mesmo com a estreia do técnico Silas, a Portuguesa não foi capaz de deixar a penúltima posição do Campeonato Brasileiro da Série B. Atuando em Lucas do Rio Verde-MT, a equipe paulista saiu na frente, mas acabou superada por 3 a 1. Os visitantes inauguraram o marcador com um belo gol de Jocinei, mas viram Washington, Jean Patrick e Rubinho construírem a vitória da surpreendente equipe local.

Com o resultado, a Portuguesa segue no 19º lugar, com apenas 12 pontos. Por sua vez, o emergente clube do Norte chega à vice-liderança, superando o América-MG, somando 27 pontos.

O próximo compromisso dos paulistas será no dia 12 de agosto, terça-feira, às 19h30 (de Brasília), diante do ABC-RN, na Arena das Dunas. Já os mato-grossenses voltam a campo contra o Náutico, sábado (16), às 16h20 (de Brasília), também em seus domínios.

Disposta a se recuperar sob o comando de seu quarto treinador em 2014, a Portuguesa criou a primeira chance de gol em Lucas do Rio Verde-MT, com 12 jogados. Após desarmar Washington, o lateral Arnaldo arrancou pela ponta direita, passou por dos defensores e finalizou à direita de Gabriel Leite. Cinco minutos mais tarde, o Luverdense respondeu: Misael foi à linha de fundo e cruzou na medida, mas Jean Patrick testou à esquerda de Rafael Santos.

A partir dos 20 minutos, a equipe paulista adotou uma postura acuada, impondo todos seus atletas atrás da linha que delimita o meio-campo. Entretanto, em uma das lacunas encontradas na configuração rubro-verde, o experiente Reinaldo foi acionado por Washington e invadiu a área. Porém, acabou desarmado por um carrinho providencial do goleiro. Quando o relógio apontou a marca dos 27 minutos, Samuel recebeu de Carlão e experimentou da intermediária, mandando a bola rente à trave.

Melhor em campo, o Luverdense viu Rafael Santos operar um milagre em finalização de Reinaldo. O camisa 9 ganhou de Brinner na velocidade e chutou forte, cruzado. Entretanto, com a ponta dos dedos, o arqueiro do clube paulista colocou a bola em escanteio. Antes de seguir para os vestiários, o time do Canindé teve uma boa chance de inaugurar o placar. Porém, Serginho, após receber de Marcelinho, tocou à esquerda de Gabriel Leite, com quem ficou cara a cara.

Após um primeiro período satisfatório, o Luverdense sufocou os visitantes no início, desperdiçando chances claras de gol. Logo aos dois minutos, em contragolpe rápido, Misael fintou dois zagueiros e rolou para Reinaldo. Livre na área, o centroavante concluiu por cima do travessão. No ataque seguinte, Samuel escapou pelo meio-campo, invadiu a área e finalizou firme. Entretanto, a bola passou à direita de Rafael Santos.

Contendo os ímpetos mandantes, a Portuguesa surpreendeu e foi às redes aos 13 minutos. Em escanteio cobrado por Marcos Assunção, na direita, Jocinei aproveitou bola espirrada pela defesa e concluiu forte, no ângulo esquerdo de Gabriel Leite, que apenas observou.

Em desvantagem, o jovem técnico Júnior Rocha sacou o zagueiro Renato, improvisado como lateral-direito, e promoveu a entrada de Michel Bertasso, que atua no ofício. Adiante, Samuel deu lugar a Rubinho, que passou a ser responsável pela articulação de jogadas. Mais ofensivo, o Luverdense do Norte empatou o jogo aos 23 minutos. Em falta à longa distância, Washington concluiu firme e venceu Rafael Santos, que caiu no lado direito, mas não conseguiu evitar.

Abatida, a Portuguesa sofreu a virada com 27 jogados. Em boa jogada individual, o volante Jean Patrick deixou para trás Maycon e Brinner antes de concluir no canto esquerdo, sem dar chances para o adversário. O terceiro tento também veio de bola parada: nas proximidades da área, Rubinho cobrou falta com precisão, no canto direito, e fechou o marcador.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.