Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Macri sai atrás na corrida para tentar reeleição

Bartô Granja

Surgiu uma pedra no sapato do presidente da Argentina Mauricio Macri, que tenta a reeleição. Foi neste domingo, 11, em que ele sofreu uma acentuada derrota nas prévias eleitorais – uma simulação de primeiro turno – para o pleito de 27 de outubro.

Com mais de 90% das urnas apuradas, o atual presidente, que tem apoio do seu colega brasileiro Jair Bolsonaro, atingiu pouco menos de 33% dos votos. Seu principal opositor, Alberto Fernández, passou dos 47%.

Macri reconheceu a derrota mas não se abateu. “Esse resultado nos obriga a partir de amanhã a redobrar nossos esforços. Dói que não tenhamos todo o apoio que esperávamos”, disse.

Pelo processo eleitoral argentino, se um dos candidatos obtiver 40% dos votos úteis e 10 pontos percentuais a mais do segundo colocado, é dado como vencedor. Outra alternativa é se obtiver 45% mais um voto. Em quaisquer dessas duas situações, não acontece segundo turno.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente