Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Maduro manda prender braço-direito de Guaidó

Foto/Sputniknews
Bartô Granja

O vice-presidente da Assembléia Nacional da Venezuela, Edgar Zambrano, foi detido após o golpe fracassado no país, disse Diosdado Cabello, chefe da Assembléia Nacional Constituinte.

“Estou informando que há alguns minutos, um dos líderes da derrubada do governo em 30 de abril … Edgar Zambrano … foi detido”, disse Cabello ao vivo em um canal de TV estatal na noite de quarta-feira.

Juan Guaidó, presidente da Venezuela que se autoproclamou anteriormente, procurou o Twitter, dizendo que o “vice-presidente” (e seu braço-direito) da Assembléia Nacional controlada pela oposição, havia sido detido pelas autoridades do governo do presidente Nicolás Maduro.

A promotoria acusa os opositores de “alta traição, conspirando publicamente para violar a lei, incitando a insurreição civil, a usurpação de poder e outros crimes”.

A Venezuela tem sido abalada por distúrbios desde janeiro, quando Guaidó se proclamou o presidente interino do país e foi reconhecido pelos Estados Unidos e dezenas de outras nações.

Maduro, reconhecido pela China e pela Rússia entre vários outros países, acusou os Estados Unidos de tentar derrubar seu governo e instalar Guaidó em uma tentativa de se apossar dos recursos naturais da Venezuela.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente