Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Magnite Concept entra em linha para enfrentar Nivus

Antônio Albuquerque, Edição

O Volkswagen Nivus inaugurou o segmento de SUVs compactos de entrada, mas não ficará sozinho por muito tempo. A Nissan acaba de revelar o Magnite Concept, que deve entrar em produção no fim de 2020. O carro feito em série manterá praticamente as mesmas linhas do protótipo.

O novo modelo será posicionado abaixo do Kicks, assim como o Nivus fica abaixo do T-Cross, e mira os consumidores jovens. O Magnite (codinome EM2) foi concebido para exibir o emblema da Datsun, marca de baixo custo da Nissan. Mas o projeto ficou tão legal que foi promovido.

O SUV será global e foi desenvolvido na Índia. “O Nissan Magnite é um salto evolutivo no DNA global de SUVs da Nissan. Com tecnologia de ponta, será um divisor de águas em seu segmento. Uma oferta arrojada na categoria sub-quatro metros. Estamos confiantes de que o Nissan Magnite redefinirá o segmento B-SUV”, disse o diretor administrativo da Nissan indiana, Rakesh Srivastava.

O interior do SUV não foi revelado, mas a Nissan informa que o Magnite pode estar entre os modelos mais espaçosos de sua classe. A montadora também confirmou recursos como uma tela sensível ao toque de 8 polegadas e câmeras de 360 ​​graus. Ar-condicionado digital automático e volante multifuncional também podem fazer parte do pacote.

De acordo com a Autocar, o Nissan Magnite chegará à Índia em janeiro de 2021 com duas opções de trem de força. A das versões de entrada terá motor 1.0 de três cilindros a gasolina, que gera 72 cv, e câmbio manual de cinco marchas. As de topo trarão um 1.0 de três cilindros com turbo e 95 cv. O câmbio será automático CVT de relações variáveis.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente