Curta nossa página


Mais uma delação premiada promete mexer com a Petrobras

Publicado

Autor/Imagem:


Já são quatro os empresários que optaram por fazer acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal e Polícia Federal para contar tudo o que sabem sobre as propinas na Petrobras. O último a entregar tudo foi Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, membro do conselho de administração do Estaleiro EBR, dono da Setal Óleo e Gás. Vem a ser a empresa que se uniu à japonesa Toyo Engineering para criar a Toyo-Setal. Mendonça é acusado de ter pago propinas por meio do doleiro Alberto Youssef, figura central do esquema investigado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.