Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Marco Aurélio lava uma mão e deixa a outra no bolso

Antônio Albuquerque

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, prefere aguardar o desdobramento das denúncias sobre suposto conluio entre o ex-juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dellagnol para comentar o vazamento de supostas e integrantes conversas sobre os dois.

Para o ministro do Supremo, é necessário “aguardar” maiores informações antes de se ter um diagnóstico a respeito do episódio. “Apenas coloca em dúvida, principalmente ao olhar do leigo, a equidistância do órgão julgador, que tem ser absoluta. Agora, as consequências, eu não sei. Temos que aguardar”, afirmou, segundo revela a Folha de S.Paulo.

Marco Aurélio lembra, porém, que a relação entre juiz e procurador deve se dar no processo, com ampla transparência. Ainda assim, reafirmou que não é possível tecer mais considerações a respeito do assunto sem que se conheça a fundo as circunstâncias das conversas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente