Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Vaxina

Médicos testam vírus contra câncer em paciente da Califórnia

Publicado

Foto/Imagem:
Ian de Martino/Via Sputniknews - Foto Divulgação

O City of Hope Hospital, em Los Angeles, Califórnia, um dos maiores centros de pesquisa de câncer nos Estados Unidos, está aplicando em seu primeiro paciente um novo tratamento experimental contra o câncer, CF33-hNIS, que recebeu o nome de Vaxina.

O tratamento provou ser eficaz em animais e em laboratórios, mas esta será a primeira vez que será testado em um ser humano. A Vaxina é um vírus oncolítico, o que significa que é uma versão geneticamente modificada de um vírus natural, criado para infectar, replicar e matar células tumorais.

Embora o ataque ao câncer com vírus tenha sido tentado antes, os pacientes muitas vezes recaíram, com a doença voltando ainda mais resistente. Já a Vaxina estimula o sistema imunológico natural do corpo a atacar as células cancerígena, aumentando sua eficácia em matar tumores e evitar retornos.

Em ensaios pré-clínicos e experimentos com animais, foi demonstrado que o medicamento reduz os tumores de câncer de cólon, pulmão, mama, ovário e pâncreas. Além disso, a Vaxina demonstrou aumentar a eficácia de outras formas de tratamentos de imunoterapia, como inibidores de checkpoint, permitindo que as proteínas combatam o mal.

“Curiosamente, as mesmas características que eventualmente tornam as células cancerígenas resistentes à quimioterapia ou ao tratamento com radiação, na verdade, aumentam o sucesso dos vírus oncolíticos, como o CF33-hNIS”, disse Yuman Fong, principal desenvolvedor do vírus geneticamente modificado em um comunicado publicado no site Imugene.

“Esperamos aproveitar a promessa de virologia e imunoterapia para o tratamento de uma ampla variedade de cânceres mortais”, afirmou.

Publicidade
Publicidade