Curta nossa página


Metrô faz contrato de manutenção de 48 mi e trens param com pane

Publicado

Autor/Imagem:


Uma pane elétrica atingiu o sistema do Metrô na manhã desta terça-feira (1º) e desenergizou os trilhos a partir da estação Terminal Asa Sul. O problema acontece poucos dias após a estatal assinar, sem licitação, um contrato de manutenção de 48 milhões de reais por seis meses.

De acordo com a empresa, o problema foi provocado pelo rompimento de um cabo de energia durante a obra de revitalização do viaduto da L2 Sul. A situação acabou provocando sobrecarga na Estação Águas Claras, que desde então ficou responsável por energizar todo o tronco de linhas do Plano Piloto.

O consórcio contrato para a manutenção é formado pelas empresas Serveng-Civilsan e MGE. O grupo está sendo investigado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) por suspeita de formação de cartel com a Alstom para as obras de manutenção do Metrô de São Paulo e do DF. Até o início de 2013, o consórcio era formado pelas empresas Siemens e Serveng-Civilsan.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.