Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Ministério Público aumenta cerco a Álvaro Antônio

Pretta Abreu

Depois de a Polícia Federal indiciar Turismo Álvaro Antônio em crime de corrupção eleitoral, foi a vez de o Ministério Público mostrar as garras para o ministro do Turismo, denunciado nesta sexta, 4, por dois crimes envolvendo candidaturas-laranja do PSL, mesmo partido de Jair Bolsonaro, nas eleições do ano passado em Minas Gerais. Álvaro Antônio, que o presidente já disse que permanecerá no cargo, é acusado de crime eleitoral (omissão na prestação de contas) e associação criminosa.

Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente