Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Moro descobre o óbvio e solta sua língua felina

Pretta Abreu

Pouco mais de um mês depois de deixar o Ministério da Justiça, Sergio Moro continua cuspindo cobras e lagartos contra o Palácio do Planalto. Neste domingo, 24, em entrevista ao Fantástico, não foi diferente. Disse o ex-juiz da Lava Jato que não houve empenho por parte de Jair Bolsonaro na agenda anticorrupção. “Não houve um empenho para que o Coaf fosse mantido no Ministério da Justiça. Essa interferência na PF, a meu ver, ela vem num contínuo em que eu vi essa agenda anticorrupção ser cada vez mais esvaziada. Agora, vimos essas alianças de políticos que não têm um histórico positivo. É certo que é preciso ter alianças no Parlamento. Acabei entendendo que não faz sentido permanecer no governo. Na minha percepção, o governo se valeu da minha imagem, de combate à corrupção.”

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente