Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Moro tem razão e complica o lado de Jair Bolsonaro

Mário Camargo

Jair Bolsonaro confundiu – talvez ainda confunda – as atribuições da Polícia Federal. Na ocasião da troca forçada do superintendente da corporação no Rio, ele queria tão-somente que a PF garantisse a segurança dos seus familiares e aliados. Essa versão foi confirmada nesta terça, 12, por fontes próximas a autoridades que assistiram, pela manhã, à íntegra da gravação da reunião do dia 22 de abril. No encontro, Bolsonaro que estava visivelmente irritado, disse que queriam “foder’ com a família dele e que se Sérgio Moro, então ministro da Justiça, não mudasse o superintendente, ele, presidente, mudaria os dois. O vídeo é a prova irrefutável de que Bolsonaro queria interferir politicamente na Polícia Federal. Em tempo: pela Constituição, a PF não tem nada a ver com aparentados ou pessoas próximas ao presidente da República.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente