Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Pode valer tudo

Moscou vai mirar Washington se Kiev receber mais mísseis

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

Os Estados Unidos serão arrastados para um confronto militar com a Rússia se a Ucrânia receber mísseis de longo alcance ou atacar território russo, advertiu o embaixador russo em Washington, Anatoly Antonov, segundo revela o site Sputnik. Uma das consequências seria o povo americano entrar na mira das armas nucleares de Moscou.

“De particular preocupação é o fato de que por muitos meses a Ucrânia vem solicitando o fornecimento de mísseis táticos operacionais ATACMS, que são projetados para atingir alvos a uma distância de até 300 km. As cidades russas, assim como as instalações de infraestrutura industrial e de transporte, estarão na área de possível destruição”, disse Antonov. “Tal cenário significaria envolvimento direto dos Estados Unidos em um confronto militar com a Rússia.”

Segundo Antonov, Kiev já demonstrou que não hesitará em usar sistemas de mísseis de longo alcance para atacar o território russo, como tem sido o caso das repúblicas populares de Donetsk e Luhansk, onde as forças armadas ucranianas violam constantemente as normas do direito humanitário.

Por sua vez o Wall Street Journal informou que Kiev havia solicitado Sistemas de Mísseis Táticos do Exército e o Departamento de Defesa dos EUA está preocupado que as forças ucranianas possam usá-los para atacar o território russo e aumentar o conflito. A lista de armas solicitadas para futuras operações ofensivas também inclui tanques, drones, sistemas de artilharia, mísseis antinavio e munições para Sistemas de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade.

Publicidade
Publicidade