Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Mourão come pela beirada de olho no Buriti

Eduardo Monteiro - Colaborou Mário Camargo

Lançado ao Palácio do Buriti por um grupo de seguidores tão logo encerre sua missão no governo ao lado de Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão, embora não confirme uma eventual candidatura, est[á fazendo um trabalho de base no Entorno do Distrito Federal. Como a formiguinha que trabalha da Primavera ao Inverno, o general vai comendo pelas beiradas. Aposta em candidatos fortes pelo seu PRTB para, no momento certo, ter os puxadores de votos necessários para alcançar o objetivo maior. Porque ele sabe que para governar Brasília bem, será preciso ter as ‘cidades-dormitório’ pujantes. E para ter municípios fortes, nada melhor do que contar com pessoas capazes de garantir uma boa administração.

Um exemplo disso é a cidade de Águas Lindas de Goiás. A cidade está nas mídias; desta vez, porém, não por questões como transporte, saúde ou segurança, mas pelo momento eleitoral inusitado. Emancipada desde dezembro de 1995, anteriormente chamada de Parque da Barragem, Águas Lindas pertencia ao Município de Santo Antônio do Descoberto. O momento é histórico, em função de uma disputa política incomum: dos seis candidatos a prefeito nas eleições do próximo dia 15 de novembro, apenas um está com o seu registro deferido pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás. Trata-se do subtenente da PM Castro Neto (PRTB). Justamente aquele que teve sua candidatura abraçada por Mourão.

Segundo o presidente do PRTB em Águas Lindas, Neirton de Oliveira Dias, os que ainda não obtiveram deferimento de suas candidaturas, são: Dr. Lucas (Podemos), tem 5 pedidos de impugnação por não se desligar de sua Clínica Médica que presta serviço ao Município, no prazo estipulado pela justiça eleitoral; Marco Túlio (DEM), tem contra si uma Decisão colegiada do TRE/GO em 2018, que o torna Inelegível por 8 anos; Hamilton Borges (PSL), Tenente Rajão (Patriotas) e Sergiana da Mandata Coletiva (Rede), também aguardam julgamento de seus processos.

Localizada a pouco mais de 50 Km de Brasília e a cerca de 200 Km de Goiânia, capital do estado, Águas Lindas de Goiás é uma cidade do Entorno do DF, com população estimada em 212.440 habitantes em 2019, segundo o IBGE. O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Águas Lindas de Goiás, de 0,686, é considerado médio pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

No entanto, a cidade possui recorrentes problemas estruturais apontados pela população, entre eles: a mobilidade urbana, saúde, segurança, emprego e, para os mais jovens, entretenimento. Só para se ter uma ideia, segundo dados do ANTT, em média 224.000 pessoas fazem uso do transporte público para Brasília por mês; é como se a população inteira da cidade viesse e voltasse a capital do país todo mês, mesmo com uma das passagens mais caras entre os destinos do Entorno. Outro número significativo é o de pessoas que são atendidas por dia na rede hospitalar do Distrito Federal, em média 150 cidadãos chegam para consultas médicas, exames e tratamentos de saúde, segundo dados de servidor da SES-DF.

Mourão reconhece que a missão de eleger seu correligionário não pode ser vista como favas contadas.  Mas o general conhece seu candidato. E sabe que tendo ao seu lado, em 2022, soldados como Castro Neto, será mais fácil vencer a batalha que será travada pelo Buriti, para governar Brasília sem muitos dos males que desembarcam na capital vindos de outras cidades.

Sozinho em campo?
Os 94.752 eleitores de Águas Lindas deverão escolher 15 vereadores entre os 363 candidatos. No caso de prefeito, até o momento, apenas o Subtenente Castro (PRTB), está apto a receber o click dos tão sonhados dois dígitos e o sonoro “confirmar”.

Alheio aos imbróglios dos seus concorrentes, Castro, que conta com o apoio do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, falou com a nossa reportagem: “Desejo que Águas Lindas tenha nos próximos 4 anos uma gestão eficiente, competente, e que acima de tudo tenha ações concretas para melhorar a vida de sua população e melhorar a qualidade de vida de todos”.

Perguntado ainda, sobre como pretende deixar a cidade após um possível mandato, respondeu com firmeza: “O maior legado que pretendo deixar é devolver Águas Lindas ao povo de Águas Lindas, com melhoria na qualidade de vida da nossa população, com água de qualidade, saneamento básico em todo município, asfalto de qualidade, deixar a cidade mais segura com iluminação Pública na cidade.”

Sobre a situação de seus adversários, Castro disse: “Eles têm dinheiro e eu não, mas meu maior trunfo é Deus em primeiro Lugar, em seguida minha família e minha história de 21 anos na cidade prestando serviço à população.”

É preciso destacar que toda essa confiança do candidato será posta à prova, pois certamente, mesmo que alguns sejam definitivamente indeferidos, outros ocuparão os seus lugares na disputa. Mas o candidato manteve o entusiasmo e concluiu dizendo: “O eleitor tem em mim, a renovação, o candidato que conhece toda cidade, tem história no município, sabe dos seus problemas e tem projetos para resolver e melhorar a cidade.” Dia 15 vem aí!

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente