Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Mudança no clima cria um inferno na Terra

Bartô Granja, Edição

A Terra pode ver um declínio nos estoques de peixes, um aumento de 100 vezes na destruição causada por tempestades e milhões de pessoas deslocadas devido ao aumento do nível do mar, adverte um relatório preliminar de 900 páginas da ONU.

O estudo, escrito pelo Painel Intergovernamental das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (IPCC), será lançado oficialmente em 25 de setembro. No entanto, um esboço do “relatório especial” sobre a criosfera da Terra foi obtido pela agência de notícias AFP.

De acordo com a AFP, o esboço do relatório constatou que, sem uma redução significativa das emissões de gases de efeito estufa , apenas 30% do permafrost de superfície do Hemisfério Norte poderia derreter até 2100, resultando em inundações maciças. Além disso, um aumento no nível global do mar pode deslocar mais de um 250 milhões de pessoas.

“Mesmo que o número seja de 100 ou 50 milhões [de pessoas deslocadas] até 2100, ainda é uma grande perturbação e muita miséria humana”, disse Ben Strauss, CEO e cientista chefe da organização de pesquisa sem fins lucrativos Climate Central.

“Quando você considera a instabilidade política que foi desencadeada por níveis relativamente pequenos de migração hoje, estremeço ao pensar no mundo futuro, quando dezenas de milhões de pessoas estão se movendo porque o oceano está comendo suas terras”, acrescentou.

Além disso, o rascunho do relatório prevê que os danos anuais às inundações aumentarão em “duas a três ordens de magnitude” até 2100.

Em um  artigo distribuído pela Reuters, a diretora executiva do Greenpeace Internacional, Jennifer Morgan, sublinha que “combater a emergência climática e proteger nossos oceanos anda de mãos dadas”. Ela explicou que “os oceanos naturalmente absorvem grandes quantidades de dióxido de carbono e são uma chave contra o agravamento dos impactos das mudanças climáticas “.

“Os cientistas estão de acordo que precisamos proteger pelo menos 30% de nossos oceanos globais até 2030 se quisermos proteger a vida selvagem e ajudar a mitigar os impactos das mudanças climáticas”, explicou Morgan. “Mas isso só acontecerá se um tratado oceânico ambicioso for adotado rapidamente e abrir as portas para a criação de santuários oceânicos eficazes em águas internacionais”.

A temperatura média da Terra aumentou 1 grau Celsius desde o século XIX. E a previsão é sombria, com a temperatura aumentando de 2 a 3 graus até o final do século.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente