Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Mulher tem morte cerebral e luta com aparelho para ter bebê



Uma mulher grávida que sofreu morte cerebral tem sido mantida viva com aparelhos em hospital no Canadá. Segundo reportagem da CNN, o marido de Robyn Benson e os médicos decidiram deixar os aparelhos ligados depois que constataram que o bebê se desenvolvia normalmente. Iver, como será chamado, tem grandes chances de nascer saudável através de uma cesariana.

No natal passado, Robyn sentiu uma forte dor de cabeça e pediu para o marido buscar um remédio na farmácia. Ao chegar em casa, localizada em Victoria, no Estado de British Columbia, Dylan Benson encontrou a esposa desacordada. No hospital, os médicos diagnosticaram que Robyn havia tido uma hemorragia seguida da morte cerebral.

Tudo isso aconteceu há cinco semanas e, de lá pra cá, Iver cresceu e se desenvolveu. De acordo com a CNN, as chances de ele sobreviver sem sequelas são maiores que 80% – e elas crescem a cada dia. Os médicos querem esperar mais 7 semanas para fazer a cesariana, completando os 9 meses de gestação.

Pessoas se comoveram com a história do pequeno Iver e, por meio de uma comunidade online, arrecadaram mais de US$ 75 mil para os cuidados necessários da criança.

O caso de Robyn Benson se assemelha a outro divulgado no final do ano passado, da grávida Marlise Munhoz, do Texas, que sofreu uma embolia pulmonar e foi mantida viva por um mês com aparelhos.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente