Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Nível de investimentos tem o maior baque desde a era FHC



Os investimentos no país tiveram queda de 4,4% em 2014, segundo dados das Contas Nacionais, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse é o pior desempenho do segmento desde 1999, quando havia sido registrada queda de 8,9%. Em 2013, os investimentos tinham crescido 6,1%.

Segundo a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis, a queda dos investimentos foi provocada pelo recuo na produção interna e de máquinas e equipamentos e pelo desempenho negativo da construção civil. A taxa de investimento sobre o Produto Interno Bruto (PIB) ficou em 19,7%, inferior à de 2013, quando registrou 20,5%.

O consumo das famílias teve crescimento de 0,9% no ano. É o pior desempenho do segmento desde 2003, ano em que o consumo caiu 0,7%. “A massa salarial continua crescendo. Por outro lado, o crédito não está mais crescendo em termos reais, a Selic [taxa básica de juros] teve aumento e a inflação em 2014 foi mais alta do que em 2013”, disse Rebeca.

O consumo do governo teve o melhor desempenho entre os segmentos da demanda, com alta de 1,3%. Mesmo assim, esse foi o pior desempenho do consumo da administração pública desde 2000, quando houve queda de 0,2%.

A taxa de poupança no país em relação ao PIB caiu de 17% em 2013 para 15,8% em 2014. A economia brasileira  teve crescimento de 0,1% em 2014, o pior resultado desde 2009, quando houve queda de 0,2%.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente