Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Novo Hyundai HB20 vai bater de frente com Argo e Polo

Foto/Divulgação
Mário Camargo, Edição

O Hyundai HB20 já acumula seis anos de uma trajetória de sucesso no mercado brasileiro. Atualmente, só perde em vendas para o Chevrolet Onix. Muitos concorrentes sonham em chegar onde ele está. Mas é preciso saber se renovar para continuar atraente. E a Hyundai sabe disso. Por isso, a marca prepara o lançamento de novo HB20. O compacto deve ser apresentado ainda neste ano.

Ainda que a marca possa apresentá-lo como uma “nova geração”, o próximo HB20 não deve mudar tanto. O mais provável é que seja um facelift. Uma atualização mais radical que a aplicada em 2015, é verdade. Mas a plataforma será a mesma usada atualmente.

O visual mudará sem comprometer a essência do modelo. Afinal, o HB20 atual é bem resolvido nesse aspecto e agradou o consumidor brasileiro.

Algumas pistas de como ficará o modelo já foram dadas. Uma delas é o protótipo que a Hyundai criou para o Salão do Automóvel de São Paulo de 2018. O elétrico Saga EV (foto abaixo) jamais será produzido. Mas suas linhas são uma espécie de aperitivo da direção de estilo que será seguida pelo novo HB20.

Outros lançamentos recentes da marca sul-coreana que servirão de inspiração são o hatch i20, recentemente lançado no mercado europeu, e o sedã Elantra, que foi reestilizado.

Os faróis terão desenho triangular e ficarão pontiagudos. Já a lateral ficará mais limpa que a do modelo atual, sem tantos vincos.

O novo HB20 manterá a plataforma atual, mas com aperfeiçoamentos. O carro deve crescer por dentro sem crescer por fora. Isso será feito com a ampliação da distância entre-eixos em alguns centímetros.

O objetivo é claro: fazer frente a VW Polo e Fiat Argo. Os dois modelos – que não estavam no mercado quando o HB20 foi lançado – têm bom espaço para os ocupantes do banco traseiro. E essa sempre foi uma das maiores deficiências do Hyundai.

Na parte mecânica, continuará havendo pelo menos duas opções de motor, além de câmbio manual e automático. O atual propulsor 1.0 aspirado terá melhorias. Acima dele, haverá uma opção mais forte. Pode ser uma versão revista do 1.6 atual, ou um novo 1.0 turbo com injeção direta.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente