Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Barbaridade

OAB regional e nacional fecham olhos ao socorro

Publicado

Foto/Imagem:
Pontes de Miranda Neto II

Saile Bárbara Barreto, advogada catarinense, está cansada de enrolação no meio em que vive. Como mora em Floripa, e não em Jerusalém, não tem por que circular no Muro das Lamentações. Cansou, definitivamente, de desculpas tidas como esfarrapadas dos órgãos de classe, a quem deve-se recorrer quando há necessidade. Alvo de magistrados por ter escrito o livro Causos da Comarca de São Barnabé, uma sátira ao Poder Judiciário, ela bateu nas portas da seccional de Santa Catarina da OAB e no próprio Conselho Federal, mas fizeram ouvidos de moucos. Ninguém deu a mínima para a denúncia de violação de prerrogativas. Colegas de todo o Brasil emprestaram solidariedade a Bárbara Barreto, quando ela disse em tom de desabafo (e esse lamento é justificável) que melhor seria ter aplicado as anuidades que pagou à Ordem por longos anos, em um investimento mais lucrativo.

Publicidade
Publicidade