Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Corrida maluca

Ocon vence, F-1 dá parada e volta no fim do mês com Hamilton na ponta

Publicado

Foto/Imagem:
Antônio Albuquerque, Edição

Uma corrida maluca. Foi assim a prova de Fórmula 1 disputada neste domingo, 1, em Budapeste. Teve direito à primeira vitória de um jovem piloto, o francês Esteban Ocon, da Alpine; batida-boliche logo na primeira volta; e o retorno do britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, à liderança do campeonato, que dá uma parada de três semanas e só volta no último fim de semana de agosto.

Com uma chuva fina mas persistente, logo na largada, o caos. Hamilton e Verstappen (Red Bull) pisaram fundo mas Valteri Bottas (Mercedes), segundo no grid, fez uma péssima largada. O finlandês perdeu várias posições antes da Curva 1 e errou a freada, acertando em cheio o McLaren de Lando Norris e depois a Red Bull de Perez. Norris, por sua vez, acertou Verstappen em cheio.

Não foi apenas esse acidente que marcou a largada no GP da Hungria. Leclerc ia saindo na segunda posição, ainda na Curva 1, quando Stroll acertou in cheio sua Ferrari. O monegasco acabou espalhando e se chocou com Ricciardo.

Como resultado, uma bandeira vermelha interrompeu a corrida por alguns minutos. Perez, Stroll, Leclerc, Norris e Bottas abandonaram uma corrida. Verstappen, que trocou seu motor antes da corrida, teve muitos danos em seu RB16B, mas conseguiu voltar às caixas e pode minimizar os danos com a bandeira vermelha.

Hamilton era o líder, seguido por Ocon, Vettel, Sainz e Tsunoda, completando os cinco primeiros. Latifi fez uma ótima grande e subiu para um P6, à frente de Alonso, Russell, Raikkonen e Schumacher que formavam os 10 primeiros.

A relargada foi inédita e histórica. Com a pista seca, todos os pilotos foram para os boxes e trocaram para pneus slicks. Hamilton largou sozinho, pela primeira vez na Fórmula 1. A Mercedes errou feio na estratégia e chamou o britânico para os boxes, devolvendo na última posição. Ocon era o líder na volta 6, seguido por Vettel, Latifi, Tsunoda e Sainz completando os cinco primeiros.

Max Verstappen, que teve que lidar com problemas no carro causados pelo acidente na primeira volta, terminou na décima colocação, conseguindo ao menos um ponto que pode ser importante no campeonato.

Publicidade
Publicidade