Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Olavo joga com PT e pede cabeça do vice Mourão

Foto/Arquivo Notibras
Marta Nobre

Na política – e em qualquer campo onde há embates – ganha a guerra quem consegue fragilizar o opositor, até levá-lo à bancarrota. No caso brasileiro, o maior adversário  de Jair Bolsonaro é o PT. E os petistas estão dando ‘o maior apoio’ ao filósofo Olavo de Carvalho, que não passa um dia sem disparar ataques a gente graúda ligada ao presidente da República.

A última decisão do ‘Guru Palaciano’ teve o efeito de uma bomba devastadora em Brasília: o filósofo, que mora nos Estados Unidos, está convocando seus aliados no Congresso Nacional para apresentarem pedido de impeachment do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão.

Para militares que orbitam lá pelos lados dos palácios do Planalto. Alvorada (residência de Bolsonaro) e Jaburu (onde mora Mourão), Olavo de Carvalho passou dos limites. O filósofo usou como porta-voz da sua nova proposta de hecatombe o deputado Marco Feliciano (RJ), declaradamente da base aliada do governo no Congresso Nacional.

Os argumentos ditos por Olavo não têm nenhuma base legal: o comportamento do vice, segundo o Guru do Planalto, é “indecoroso” e “indigno” do cargo que ocupa.  Os mesmos militares que reagiram à nova ação do ‘guru’ para tentar desestabilizar o governo lembram quem perde um rim dificilmente sobrevive sem um bom respaldo. Não de muletas, mas de baionetas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente