Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Propinoduto

Operação Drácon volta a assustar peixes graúdos

Publicado

Foto/Imagem:
Pontes de Miranda Neto II - Foto de Arquivo

A Operação Drácon volta à ordem do dia. É aquela que investiga suposto pagamento de propina para a liberação de emendas parlamentares destinadas a custear UTIs da rede pública. O juiz Paulo Afonso Carmona, da 7ª Vara da Fazenda Pública, determinou a marcação de uma data para começar a ouvir os investigados presencialmente. As emendas aprovadas à época (2016) somavam 30 milhões de reais. O grupo teria levado 10% – ou seja, 3 milhões. Na lista dos investigados estão Celina Leão, Cristiano Araújo, Júlio César, Raimundo Ribeiro e Bispo Renato Andrade.

Publicidade
Publicidade