Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Os ET’s, quem diria, podem estar em Teegarden

Bartô Granja, Edição

Depois que dois exoplanetas foram descobertos na “zona de Cachinhos Dourados” da anã vermelha a estrela de Teegarden no mês passado, dois astrofísicos israelenses decidiram verificar seu potencial para realmente abrigar vida e descobriram que um poderia estar próximo da temperatura da Terra, enquanto o outro pode estar mais perto de Marte.

A estrela de Teegarden é uma das mais próximas à nossa, a apenas 12,5 anos-luz de distância, mas ela não é visível no céu noturno a olho nu. Trata-se de uma estrela anã vermelha – o sol é 300.000 vezes mais brilhante do que ela – que é apenas 8% da massa do Sol. Para vê-la, portanto, só com o auxílio de um telescópio poderoso. No entanto, uma estrela não precisa ser brilhante para ter planetas! No início deste ano, dois orbes rochosos foram vistos circulando a pequena estrela.

“Os dois planetas se assemelham aos planetas internos de nosso sistema solar”, disse o principal autor do estudo, Mathias Zechmeister, do Instituto de Astrofísica da Universidade de Göttingeo. “Eles são apenas ligeiramente mais pesados ​​que a Terra e estão localizados na chamada zona habitável, onde a água pode estar presente na forma líquida.”

Esses dois exoplanetas, conhecidos simplesmente como estrela b e c de Teegarden, estavam dentro da chamada “zona de Cachinhos Dourados”, onde, como o mingau no conto de fadas, não é nem muito quente nem muito frio para sustentar a vida – é apenas certo. A Terra está, é claro, dentro da zona de Cachinhos Dourados do Sol, e Marte e Vênus estão nas bordas dela.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente