Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Oswaldo de Oliveira deixa Flu após briga com Ganso

Mário Camargo

O empate em 1 a 1 entre Fluminense e Santos, na noite de quinta (26), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, ficou em segundo plano a partir dos 17 minutos da etapa final da partida. Foi quando Oswaldo de Oliveira substituiu Paulo Henrique Ganso por Daniel.

O camisa 10 deixou o campo reclamando muito. O treinador não gostou. Os dois trocaram ofensas à beira do gramado e tiveram que ser separados por jogadores e pelo auxiliar-técnico Marcão.

A torcida tricolor ficou do lado do meio-campista e hostilizou o treinador. No fim da partida, Oswaldo respondeu a provocações de alguns torcedores com um gesto obsceno, mostrando o dedo médio.

Na manhã esta sexta, 27, o treinador, que ficou pouco mais de um mês no cargo, foi demitido. O auxiliar-técnico Marcão comanda o Flu contra o Grêmio, no domingo, às 16h, no Maracanã. Ele terá a companhia do coordenador técnico do sub-20, o ex-meia Ailton.

A discussão com o camisa 10 e os gestos obscenos feitos pelo treinador para a torcida foram o estopim de um filme com final já esperado.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente