Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Para o neto e o vovô, as armas na Esplanada

Alex Rodrigues

Organizações militares inauguraram nesta sexta (6), em Brasília, uma exposição dedicada a equipamentos, veículos, aeronaves e projetos militares. Este ano, a Exposição da Independência está a cargo da Marinha e foi montada no canteiro central da Esplanada dos Ministérios, em frente ao Bloco C.

Gratuita, a visita possibilita aos interessados conhecerem, de perto, diferentes tipos de viaturas militares, como, por exemplo, um lançador de foguetes e um carro anfíbio. Também estão expostos no local equipamentos empregados pelas organizações que participam da mostra.

Além do espaço ocupado pela Marinha, os visitantes encontrarão stands da Aeronáutica e do Exército, além dos destinados à Força Nacional; Polícia Rodoviária Federal; Corpo de Bombeiros do Distrito Federal; Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) e do Samu.

A visitação fica aberta das 9h às 17h. Apesar do calor e da baixa umidade no Distrito Federal, já no primeiro dia foi possível encontrar algumas pessoas tirando fotos ao lado – às vezes, dentro – dos veículos.

Moradora de Goiânia, a estudante Luana Iolanda de Almeida Alves, 16 anos, aproveitou a rápida passagem pela capital federal para conhecer os equipamentos.

“Estávamos, eu e minha tia, conhecendo os pontos turísticos, o Palácio do Planalto, a Praça dos Três Poderes quando demos de cara com a exposição. Fiquei impressionada porque, em outras exposições deste tipo não pude subir ou entrar em nenhuma viatura. Aqui não. Eu já entrei, tirei fotos. Gostei muito da disponibilidade do pessoal, que levaram a gente até o tanque, bateram foto e deram informações”, disse a estudante, brincando que só o calor e a baixa umidade relativa do ar atrapalharam a visita. “Dá vontade de beber muito água, mas o importante é conhecer coisas novas.”

Estagiário do Ministério das Relações Exteriores, Ruan Dias Martins, 22 anos, saiu do serviço e decidiu dar uma passada pela área cercada no centro da Esplanada. Esgueirando-se pelas sombras projetadas por tanques e equipamentos militares, ele aproveitava para fotografar e guardar alguma recordação da exposição.

“Vim pela curiosidade. Estou achando interessante e ainda vou visitar os stands”, disse Martins, referindo-se aos recintos reservados a cada uma das organizações participantes, onde é possível assistir vídeos institucionais e conhecer maquetes e panfletos sobre diversos projetos. No stand da Marinha, por exemplo, o público pode saber mais sobre o desenvolvimento do submarino nuclear e o trabalho que a Força realiza no Continente Antártico e na faixa litorânea brasileira.

“Acho que tudo isto atrai mais ao público militar, a quem gosta da área de Defesa, mas é interessante para todos”, frisou Martins, que também comentou as condições climáticas desfavoráveis ao passeio, perto das 15 horas desta sexta-feira. E antes de saber que dentistas e farmacêuticos do Hospital Naval de Brasília estão orientando os visitantes sobre cuidados com os dentes e formas de prevenir a hipertensão.

Filho de um bombeiro da reserva, o motorista Rangel Resende de Mendonça, 25 anos, passou pela Esplanada na véspera e, ao ver as primeiras viaturas sendo estacionadas para a montagem da exposição, se animou a voltar hoje e trazer o filho, Pedro Guilherme Guimarães Resende, de apenas 5 anos.

“Fui pegar ele na escola e vim direto para cá. É legal. A criançada gosta, né? Eu mesmo me amarro em tudo isto, porque como meu pai era militar, desde pequeno eu convivo neste meio. E o Pedro, desde pequeno, também já está no rumo”. Incentivado pelo pai e por militares, o menino entrou e tirou foto no interior de um carro lagarto anfíbio, subiu sobre um enorme moto aquática e não escondia a surpresa diante de tantos equipamentos vistos apenas na televisão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente