Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Paula Belmonte destina 40 mi para a educação

Carolina Paiva, Edição

A educação e a primeira infância são pilares da deputada federal Paula Belmonte, que tem pautado seu trabalho no Congresso pela criação de leis que atendam principalmente as crianças de zero a seis anos, e também pela destinação de recursos para dotar a área educacional do Distrito Federal com uma melhor infraestrutura.

A deputada destinou R$ 29 milhões para a construção de oito creches que serão distribuídas pelo Gama, Recanto das Emas, Planaltina, Santa Maria, Samambaia, Ceilândia e Vila Telebrasília. “O cuidado com as crianças começa com o cuidado com as mães. Ter um local seguro e confortável para deixar os filhos é fundamental para que as mães possam trabalhar com tranquilidade e contribuir para a segurança econômica e estabilidade do lar. No final das contas, os principais beneficiados são as crianças”, afirmou a deputada.

Paula Belmonte também destinou R$ 2,8 milhões para a construção do Centro de Primeira Infância na Quadra 805 do Recanto das Emas e R$ 8,5 milhões para a pavimentação de acessos a escolas rurais de Planaltina.

Para reequipar as escolas do DF, a deputada destinou R$ 1,9 milhão. “Nosso objetivo é que as crianças encontrem o melhor ambiente possível na volta às aulas. Defendo o retorno das aulas presenciais o mais rápido possível. O ano de 2020 foi de muito prejuízo na aprendizagem das crianças”, disse.

“Desde que respeitados os protocolos de segurança, os prejuízos não são o de reabrir escolas, mas o de mantê-las fechadas. Escola não é um equipamento só de aprendizagem, mas faz parte da rede de proteção dos alunos. O fechamento oferece riscos substanciais para as crianças. Não só cognitivos, mas emocionais e de integridade física, moral e psicológica”, complementou a deputada.

Paula Belmonte também reservou recursos para promover e aumentar o consumo de frutas e legumes pelas crianças. Ela destinou R$ 100 mil para o projeto Embrapa Hortaliças, que estimula alimentação saudável e plantio de hortifrutis em hortas nas escolas públicas.

“A merenda é uma das minhas principais preocupações. Para muitos, a merenda é a única refeição do dia ou, pelo menos, a única balanceada, e por isso, é fundamental que as escolas tenham mais opções para enriquecer o cardápio das crianças”.

Para atividades no contra turno escolar, Paula Belmonte destinou R$ 350 mil para a reforma do refeitório da Estação de Rádio da Marinha, que abriga um projeto que atende crianças do Gama e de Santa Maria com atividades esportivas e alimentação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente