Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Pausa para jogar, que brincadeira é coisa muito séria

Carolina Paiva

Os próximos vinte e poucos dias serão frenéticos para jogadores virtuais, que vão invadir a telinha do computador em busca de um prêmio de 1 milhão de reais. A largada será dada neste sábado, 6. E se estenderá até o próximo dia 28. A competição é mundial. E tem brasileiro no meio.

Trata-se da etapa regional das Américas da PUBG Mobile Pro League, campeonato de game que reúne fãs e ‘atletas’ do mais alto nível. A competição reunirá um total de 20 equipes. São 11 equipes da América Latina e e nove norte-americanas.

Se um brasileiro sair vencedor, não será zebra. E que a Terra descoberta por Cabral tem um seleto grupo com histórico de fazer inveja a muita gente. O México, por exemplo, aposta no talento dos brasileiros.

Lá onde os sombreiros multicoloridos encantam a todos, foi montada a da ACE1, que enxergou na capacidade da rapaziada do Brasil organização suficiente para sagrar-se vitoriosa. E garantiu aos brasileiros uma posição de destaque para seus investimentos.

O projeto foi deslanchado em novembro do ano passado. E chega ao primeiro campeonato internacional brigando pelo topo. O líder do grupo é Lucas “Cher” Seabra. A equipe tem ainda as participações de Paralyze, Zerou, Quino Bala, Nunes e Capjjão.

Cher, como Lucas é conhecido pelos companheiros de jogo, ingressou na modalidade em agosto de 2018, com o lançamento do jogo para celular. Ele descobriu, então, a mistura de uma paixão com oportunidade de negócios. E não parou mais.

O PUBG é o game da categoria Battle Royale (onde os jogadores vão se eliminando até ficar o último jogador vivo, sagrando-se vencedor) mais assistido em todo o mundo. O mercado de games, diz Cher, vem se apresentando altamente lucrativo e inovador, movimentando no Brasil, somente no ano passado, mais de 1 bilhão de dólares.

“O objetivo da ACE1 é a classificação para o campeonato mundial (a World League), que terá uma premiação que ultrapassa a casa dos 10 milhões de reais. “Está todo mundo na torcida”, diz Cher. “Vamos mirar no título, para elevar ainda mais a imagem do Brasil lá fora”, acrescenta.

O campeonato, que inicialmente seria disputado em Sokolska, na Polônia, foi limitado em função da pandemia do novo coronavírus. Com a Covid, as etapas regionais foram reestruturadas para que acontecessem online de maneira integral.

As transmissões serão ao vivo serão no canal oficial da da PUBGMOBILEEsports, no Youtube, e poderão ser acompanhadas no canal ACEcher, na NimoTV. Tudo a partir das 20 horas deste sábado, com Lucas Cher Seabra interagindo com o público.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente