Curta nossa página


Lucros na caixa preta

Perguntas que ninguém faz ao Planalto sobre a Petrobras

Publicado

Autor/Imagem:
Gilmar López - Foto Fernando Frazão/ABr

Perguntas que ninguém faz ao Planalto sobre a Petrobras

Há um escudo blindando a Petrobras. E muitas perguntas que poderiam ser feitas ao Palácio do Planalto, certamente ficariam sem respostas. Vejamos: a) Qual a vantagem de a estatal ter capital aberto? b) Qual é o lucro das ações dos acionistas, e sem esses acionistas, quais seriam os lucros? c) Por que a Petrobras está no mercado de valores, se é uma empresa de lastro firmado em petróleo e geradora de riquezas, em razão de ser fonte energética? d) Quanto a Petrobras divide seus lucros com investidores e quanto há de dinheiro desses investidores na empresa? e)Quando esse dinheiro gera lucro para a Petrobras, há realmente vantagens? f)Finalmente,. todo esse emaranhado de troca-troca gera que teto de ganhos?

Sabemos que fonte energética de um país não se privatiza e a Petrobras é uma delas. É uma importante fonte energética, e, porque ainda o governo insiste em deixar a a estatal como uma empresa de mercado aberto e dividir seus lucros, em vez de colocar esses lucros para pesquisas, compra de mais refinarias e melhorar a qualidade, quantidade e preço do combustível dentro do país para os brasileiros e assim garantir nosso desenvolvimento?

Vou responder de forma resumida para o leitor. Quem quiser saber mais detalhes, pergunte aos seus deputados por que não reagem a esse papel tão importante da Petrobras, que há mais de quatro anos provoca inflação, demissões, aumento na tarifa do transporte público e privado, aumento no custo da produção de alimentos, diminuição gradativa do dinheiro das famílias, aumento no custo dos serviços…

Pois bem, é melhor começarmos falando no sentido. Por que uma empresa tem a dita Sociedade Anônima S/A, ou seja, o capital aberto? Teoricamente, para se ter dinheiro de investidor e assim aumentar seus recursos financeiros para investir no crescimento da empresa.

Agora pergunto: será que a Petrobras necessita de dinheiro de terceiros? Claro que não. Sabe por quê? Porque a Petrobrás já tem capital infinito lastreado em petróleo e não necessita de investidor para ficar dividindo os lucros, dinheiro que hoje está investido e amanhã já não está na empresa. É dinheiro especulativo.

Assim, não há nenhuma vantagem de uma colossal estatal estar em bolsa de valores, ou em outro sistema, para ficar dividindo seus lucros com gente que tem gordas contas bancárias. Além do mais, esses lucros deveriam estar sendo direcionados para educação e saúde, como foi prometido nos governos que usaram dinheiro dos impostos para criar essa empresa tão fundamental para o país.

Se isso é absurdo, imagine as privatizações que ocorreram em cinco refinarias, gasodutos e oleodutos da Petrobras pelo governo Jair Bolsonaro. Gasodutos e oleodutos que a própria Petrobras teve que alugar por por 3 bilhões de reais ao ano, sendo os empreendimentos vendidos por meros 10 bilhões. Quantas as refinarias, só aumentos quase que diuturnos para poder refinar o petróleo e produzir gás de cozinha. A consequência já sabemos. Aumento estratosférico do gás, que saltou em poucos anos de R$ 29,00 para a casa dos R$ 100,00 em algumas capitais do país.

E para enfocar ainda mais o povo e inflacionar tudo e todos, vinculam o produto ao dólar, sendo outra a nossa moeda. Ou isto não é real?

Para finalizar: vale mesmo o dinheiro de acionistas na Petrobras? Vejamos os dados: em 2022, segundo relatório da 37ª edição do Índice Global de Dividendos da Gestora Janus Henderson, a Petrobras se posicionou como a 2ª maior pagadora de dividendos do mundo, ao distribuir 21,7 bilhões de dólares (bem mais de 100 bilhões de reais) aos acionistas. Para se ter uma idéia só de receita de vendas foram R$ 641.256.000,00. Isso, sem o dinheiro dos acionistas. O custo dos produtos e serviços vendidos ficou em 307.156.000,00 de reais. O lucro total bruto foi de R$ 334.100.000,00. Tirando outras despesas, tributos e custas, sobrou um lucro líquido no exercício da ordem de 189.005.000,00 de reais.

Como se vê, a Petrobras pagou todo o processo, sem participação de acionistas, e ainda sobrou dinheiro para os cofrinhos de quem mama nas tetas da estatal há muito tempo. os acionistas. O quadro é realmente sério. A Petrobras aprovou o pagamento de dividendos no valor de mais de R$ 24,65 bilhões no primeiro trimestre. E de repente, do nada, o consumidor passou a pagar mais 45 centavos de real por litro de combustível. Alguém precisa romper o escudo e abrir a caixa preta.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.