Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Pesquisa aponta deflação nas grandes cidades

Vitor Abdala

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) fechou maio com deflação (queda de preços) nas sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A menor taxa foi observada em Belo Horizonte (-0,75%). Em abril, a capital mineira havia registrado deflação de 0,16%.

Outras três capitais tiveram deflação mais intensa em maio, na comparação com as taxas do mês anterior: Salvador (-0,39% em maio, ante -0,16% em abril), São Paulo (-0,60% em maio ante -0,46% em abril) e Recife (-0,22% em maio ante -0,01% em abril).

Duas capitais passaram a registrar deflação em maio depois de registrarem inflação em abril: Rio de Janeiro (-0,09% em maio ante 0,16% em abril) e Porto Alegre (-0,71% em maio ante 0,27% em abril).

Brasília foi a única capital que, apesar de continuar registrando deflação, teve em maio (-0,67%) uma taxa mais alta do que em abril (-0,71%). A média nacional do IPC-S, divulgada na segunda (1º) ficou em -0,54%, abaixo do -0,18% de abril.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente