Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Polícia paulista quer cabeça de Marco Aurélio

Pretta Abreu

Procuradores, promotores, delegados e a cúpula da Segurança Pública paulista não engoliram a decisão de Marco Aurélio de Mello de ordenar a soltura de André do Rap, que estava preso há quase um ano. Perplexos, todos reagiram ao que consideram desrespeito ao trabalho policial. O narcotraficante é uma das principais cabeças do PCC. Mas para o ministro do Supremo, ele está preso irregularmente, sem uma sentença condenatória definitiva. Em seu despacho, Marco Aurélio exigiu que o criminoso deve “permanecer em residência indicada ao Juízo, atendendo aos chamados judiciais, de informar possível transferência e de adotar a postura que se aguarda do cidadão integrado à sociedade”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente