Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Saúde

Postura corporal vale mais que qualquer palavra

Ricardo Sturk

Alguma vez você já se sentiu mal compreendido? Por mais que você fale bem, muitas vezes é a linguagem corporal que passa a mensagem para as outras pessoas. Na verdade, como ela trabalha com a mente inconsciente, ela fala bem mais do que as suas próprias palavras.

Por isso, melhorar a sua linguagem corporal pode te ajudar muito a melhorar as suas relações com os outros e em diversas situações. Por exemplo: ao falar com o seu chefe, você deve adotar uma linguagem corporal diferente do que ao falar com sua namorada.

São detalhes que vão te ajudar e muito no dia a dia. Isso acontece porque a mente e o corpo trabalham juntos. E, se o seu corpo diz algo, a sua mente vai entender o recado.

Da mesma forma que, se você ter consciência do que quer, você pode fazer a sua mente dar o comando para o seu corpo obedecer e passar a mensagem certa. Separamos algumas dicas para você melhorar a sua linguagem corporal.

Confira abaixo:

Braços e pernas fechados ou abertos
Tudo depende muito do contexto em que você está inserido. Mas, de uma forma geral, braços e pernas fechados significam que você está fechado a uma pessoa ou situação. De forma inconsciente as pessoas percebem isso e podem reagir ficando mais distante de você por você não parecer uma pessoa aberta. Treine falar com as pessoas assumindo uma postura aberta. Abra os braços e pernas e a sua mente ficará mais aberta ao que os outros falam para você.

Olho no olho
Um olhar disperso pode passar a impressão de você ser alguém inseguro ou desinteressado por quem está na sua frente. Por isso, tenha o hábito de olhar as pessoas nos olhos quando falar com elas. Não precisa ficar encarando sem piscar, para não parecer um psicopata, mas mostre com os seus olhos que você está interessado na pessoa à sua frente.

Espaço pessoal
Usar os seus braços e pernas para aumentar o seu espaço pessoal pode ser uma boa ideia, dependendo da situação. Se você precisa se firmar em algum lugar, procure ser um pouco mais espaçoso, mas sem atrapalhar os outros. Essa é uma estratégia boa para quando você se sentir intimidado pelos outros ao seu redor. Mostre que você também tem o seu espaço garantido ali.

Ombros
Quando se sentir estressado ou sobrecarregado, procure soltar o peso dos ombros. Faça um alongamento com os braços e procure tirar a tensão dos ombros. Se a tensão estiver muito forte, vale a pena até mesmo fazer uma massagem.

Concorde com a cabeça
Quando estiverem falando com você, de tempos em tempos, procure concordar com a cabeça para a pessoa perceber que você está prestando atenção nela. Não precisa exagerar. Mas é importante demonstrar isso para ela não achar que você está desinteressado.

Postura reta
Ficar com uma postura desleixada vai fazer você parecer alguém molenga. Principalmente no trabalho, quando falar com seu chefe, fique com uma postura reta para demonstrar firmeza e passar confiança.

Incline o seu corporal
Outra forma de demonstrar interesse por quem está falando com você, é inclinando o seu corpo levemente na direção da pessoa. Não exagere para não parecer alguém desesperado. Quando você estiver falando, você pode inclinar-se um pouco para trás para demonstrar um pouco mais de confiança no que está dizendo, mas, sempre, sem exagerar.

Evite tocar seu rosto
Ao conversar com alguém, evite ficar tocando o seu rosto. Isso faz parecer que você está nervoso por algum motivo, o que pode deixar a outra pessoa desconfortável.

Não olhe para baixo
O olhar voltado para o chão faz você parecer inseguro e perdido. Por isso, mantenha sua cabeça erguida, para a sua mente entender que o seu corpo está confiante e por isso ela também vai ficar dessa forma.

Diminua a velocidade
Se você estiver em um dia com muito estresse, diminua a velocidade dos seus movimentos. Andar mais devagar e respirar mais lentamente vão ajudar você a ter mais calma e não se desesperar em um momento de ansiedade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente