Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Poupança vira negócio ruim com inflação alta

Bartô Granja, Edição

Com a inflação oficial do país fechada em 4,52% em 2020, a caderneta de poupança encerrou o ano sem ganho real, com um retorno negativo de 2,30%, descontando o IPCA do período, de acordo com levantamento da provedora de informações financeiras Economatica. Trata-se da pior rentabilidade desde 2002, quando o retorno anual foi de -2,90%.

Foi também o segundo ano seguido em que o rendimento do investimento perdeu para a inflação. Em 2019, a poupança teve uma perda real de 0,05%, descontado o IPCA. Antes, a última vez que isso havia acontecido fora em 2015 (-2,28%).

A perda de rentabilidade está diretamente relacionada ao novo patamar de juros do país. Com a taxa básica de juros, a Selic, na sua mínima histórica, de 2% ao ano, tanto a poupança como outros investimentos de renda fixa tiveram os rendimentos achatados em 2020.

Pelas regras atuais, a poupança tem um rendimento correspondente a 70% da taxa Selic. Ou seja, passou a render 1,4% ao ano ou 0,12% ao mês. Antes disso, a última vez que isso havia acontecido fora em 2015.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente