Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Presos dois suspeitos da milícia de Itaboraí

Vitor Abdala

Policiais penderam neste sábado (6) mais dois suspeitos de integrar a milícia que atua no município de Itaboraí, no Grande Rio, e que foi alvo da Operação Salvator, desencadeada na última quinta-feira (4). Um deles é apontado como liderança do grupo. O outro seria segurança do líder.

Os dois foram presos no município vizinho de Cachoeiras de Macacu. A milícia que os dois são suspeitos de integrar é apontada como responsável por pelo menos 50 mortes desde o ano passado, inclusive uma chacina que deixou dez mortos em Itaboraí, em janeiro deste ano.

O grupo funciona, segundo a Polícia Civil, como uma espécie da milícia que atua em Curicica, na zona oeste do Rio, e que seria liderada por Orlando Curicica.

De acordo com o Ministério Público, o grupo começou a se estabelecer na região entre o fim de 2017 e início de 2018, quando passou a controlar comunidades como Visconde de Itaboraí, Areal e Porto das Caixas, que antes eram dominadas pela facção criminosa Comando Vermelho.

A Justiça concedeu mandados de prisão contra 79 suspeitos de integrar o grupo. Mais de 40 foram presos na própria quinta-feira (4).

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente